Novidade no Whatsapp – Responder mensagens de grupo em particular

109

Você já deve ter tido que chamar a pessoa no privado para responder ou saber mais sobre algo que foi postado no grupo de Whatapp, selecionando a mensagem é possível respondê-la em particular.

Muito mais prático do que ter que procurar o contato e abrir uma conversa no privado.

Veja como funciona:

NOVOS RECURSOS DO WHATSAPP PARA 2019

1. Mensagens de voz em “autoplay”
A expectativa é de que o recurso, que foi lançado em outubro na versão para iOS, chegue finalmente para os usuários do sistema Android no próximo ano. A funcionalidade permite ouvir as mensagens de voz em sequência de forma contínua, sem precisar dar “play” em um áudio de cada vez. Ou seja, se um contato envia diversos arquivos de áudio consecutivos de forma nativa (ou seja, sem utilizar o recurso de encaminhamento), basta que o destinatário inicie a primeira conversa para escutar todas as outras que vêm em seguida. A ferramenta é exatamente igual a que o rival Telegram já oferece há tempos.

2. Modo escuro
A maneira como é chamado varia: modo escuro, tema escuro ou modo noturno. O que importa é que o dark mode, como é conhecido em inglês, tem se tornado uma tendência e vem sendo utilizado por uma série de apps. A opção de design que promete ser mais confortável para os olhos dos usuários e reduzir o consumo de energia do dispositivo pode ser encontrada em softwares como Telegram, Twitter, YouTube, Google Maps e até mesmo Chrome e Windows.

Em outubro, o site WABetaInfo, especializado no mensageiro, divulgou capturas de telas exclusivas do suposto estágio de desenvolvimento do modo escuro na versão para iOS do app. Na imagem, é possível ver que os desenvolvedores optaram por um fundo preto, caixas de diálogos e barras em cinza escuro e botões em azul. O Instagram que, assim como o WhatsApp, pertence ao Facebook, já oferece a funcionalidade. Por isso, a expectativa é de que a forma de exibição também chegue ao programa de bate-papo em breve.

3. Atalho para ligações em grupo
Em dezembro, a versão beta para Android do WhatsApp recebeu uma atualização que facilita as chamadas de vídeo ou telefônicas por meio dos grupos. Dentro das conversas com múltiplas pessoas, surgiu um ícone de um telefone com o símbolo de “+”. Ao tocar sobre ele, o usuário pode selecionar com quais pessoas do grupo deseja falar e de qual forma (vídeo ou áudio). Ainda não há informações sobre quando o recurso chegará à versão final do mensageiro, mas se os testes forem bem-sucedidos, é provável que seja mesmo em 2019. Os usuários de smartphones da Apple já podem aproveitar do recurso liberado nesta semana para o sistema operacional.

4. Códigos Q
O site WABetaInfo descobriu, em novembro, a opção de adicionar usuários por meio de códigos QR. O recurso deve funcionar de forma semelhante a Tag de nome do Instagram. Cada usuário tem seu próprio código e, para adicionar alguém, basta escanear o símbolo codificado da pessoa com mensageiro. Imediatamente, o app preenche todos os campos e o contato é adicionado ao catálogo. A ferramenta ainda não está disponível para nenhum sistema operacional e é uma das novidades mais aguardadas para o ano que se aproxima.

5. Pré-visualização de arquivos recebidos

A funcionalidade, que chegou ao WhatsApp para iOS em setembro, permite visualizar prévia de imagens recebidas pelo mensageiro, sem acessar a conversa. Para isso, basta expandir a notificação, na tela de bloqueio ou na central de notificações do celular, e conferir o conteúdo sem que o emissor saiba. Além disso, é possível marcar as mensagens como lidas na própria barra de notificação. Como já está disponível para iPhone, a expectativa é que o recurso chegue logo para a versão Android da aplicação.

6. Publicidade no Status
De acordo com uma reportagem do Wall Street Journal, publicada em agosto deste ano, o WhatsApp passará a exibir anúncios publicitários no Status. A ferramenta permite a publicação de fotos, vídeos, GIFs e textos que permanecem no ar por somente 24 horas, recursos semelhante aos Stories do Instagram e aos Snaps do Snapchat. De acordo com o veículo norte-americano, a informação foi dada por funcionários do mensageiro.

De qualquer modo, não surpreenderia se, de fato, a promessa se cumprisse, uma vez que o Facebook implementou modelo similar de veiculação de anúncios no Instagram Stories em junho. Além disso, o próprio CEO da empresa, Mark Zuckerberg, exaltou a grande adesão ao recurso do mensageiro, durante a conferência de desenvolvedores F8. Segundo o empresário, o Status teria 450 milhões de usuários ativos por dia em todo o mundo, contra 300 milhões nas histórias do Instagram.

Ainda de acordo com as fontes do periódico, os anúncios serão alimentados pelo sistema de publicidade nativa do Facebook e “ajudarão a familiarizar usuários com negócios” no mensageiro. “Nós vimos isso funcionando bem no Instagram e estamos aprendendo muito com isso”, disse Matt Idema, diretor de operações do WhatsApp, citado pelo jornal estrangeiro.

Fonte: Tecmundo

Comments

comments