Qual a sua situação financeira hoje?

544

Se o que você ganha não cobre suas despesas mensais sua situação já é bastante perigosa, principalmente num país como o Brasil, onde as taxas de juro estão muito altas. 

Se seu salário cobre suas despesas, mas não há sobras, você pode ter problemas. Sem sobras no orçamento não será possível conquistar objetivos.

Se você está com folga no orçamento, Parabéns! Você faz parte de um seleto grupo que já consegue ter sobras no fim do mês.

No entanto avalie, se:

… Você fez as contas corretamente;

… Você não esqueceu de colocar nenhum item de despesa;

… O que está sobrando é suficiente para conquistar seus objetivos.

2991451414254-original

Como objetivo principal, as finanças pessoais tem o intuito de permitir que cada indivíduo tenha uma vida financeira saudável (equilibrada) para conseguir superar os momentos difíceis sem stress, bem como possibilitar alcançar outros objetivos maiores como comprar uma casa, um carro ou iniciar o próprio negócio.

Em momentos de crise financeira, é preciso ter ainda mais planejamento com as contas pessoais. Qualquer deslize pode te levar a uma dívida. “As pessoas trabalham duro só para pagar contas e raramente conseguem prosperar”, afirma Marcos Silvestre – autor do livro “Os 10 mandamentos da prosperidade” (Editora Faro).

Aprender como lidar com as finanças é primordial para conseguir ter uma vida mais sossegada, incomodar-se menos no dia-a-dia, poder tirar as tão sonhadas férias em família, manter os filhos em colégio particular, entre tantos outros benefícios que se tem quando as contas estão em dias e está sobrando aquela reserva de dinheiro.

Então precisamos conhecer ou reconhecer a nossa própria situação financeira atual para começarmos a mudar

Diante destas constatações, vamos conhecer alguns princípios…

São os 7 Princípios básicos das finanças pessoais que você precisa conhecer e praticar para manter uma vida financeira equilibrada:

Transforme esses princípios em ferramentas para o seu Planejamento Financeiro.

1º Princípio – Nunca gastar mais do que ganha!

pe-300x225

É um dos mais importantes, mais básico e fácil de praticar. Imprescindível colocar em prática esse princípio na sua vida financeira.

Adeque seu padrão de vida aos seus ganhos, sempre gastando menos do que você ganha, deixando uma sobra todos os meses que deve ser investida.

2º Princípio – Anotar e acompanhar Ganhos e Gastos.

1f

Esse princípio é muito importante para conseguir reduzir gastos.

Se você quer gastar menos dinheiro, você primeiro tem que saber aonde você gasta e quanto você gasta em cada item.

Tem vários aplicativos que ajudam a fazer isso hoje, como por exemplo a Guiabolso Controle Financeiro. Entretanto, a nossa caderneta e a nossa amiga agenda também pode ajudar muito.

Então não tem desculpas.

Preguiça não é desculpa. Se você tem preguiça de fazer isso ou acha chato, não fique chateado depois que não souber porque o dinheiro foi embora rápido, e do nada.

Reflita sobre a quantidade de seus gastos e reveja seus hábitos.

Gastar com pequenas coisas, no final do mês o gasto é grande!

Exemplo: um copo de suco ou um caldo de cana por dia à R$ 2,00 em 01 mês você gastou R$ 60,00 e ao final de um ano R$ 700,00.

Esse princípio de Finanças Pessoais é de certa forma simples, mas não é fácil. Requer esforço e dedicação.

3º Princípio – Poupar Sempre ( entre 10%  à  30%)

como-conseguir-juntar-dinheiro-com-cofrinho-em-casa

Sempre reserve uma parte dos seus ganhos, tendo como base um mínimo de 10% e um patamar ótimo de 30% dos ganhos.

No entanto não são valores fixos! Se você hoje só consegui poupar guardar 1% do que você ganha, guarde! E vá aumentando aos poucos. É melhor do que nada…

E se você conseguir guardar mais do que 30% e deseja acumular mais rápido não tem problema. Depende muito da fase da vida, quanto mais você guardar numa boa, mais rápido você chega nos objetivos. Tenha esses números como base, sabendo que poupar 10%dos ganhos é um mínimo e que 30% é um patamar exelente!!!

4º Princípio – Proteger a Força de Trabalho

Proteger a força de trabalho, ou seja proteger você mesmo!

Contrate seguros! Eles limitam suas perdas.

No caso, seguro de vida e um plano de saúde; se você não alcançou a independência financeira, você ainda gera renda através dos seus esforços, ou seja você ainda precisa trabalhar para ganhar dinheiro. Você ganha dinheiro de forma ativa, e não passiva.

Logo, você precisa proteger essa “máquina do dinheiro”, no caso: você mesma!

E se você fica impossibilitado de ir trabalhar devido à um acidente grave ou uma doença grave? E se você vem a falecer, como fica a sua família?

É possível se proteger desses eventuais acontecimentos simplesmente contratando seguros. Seguros de vida/acidentes pessoais e um plano de saúde já conseguem te proteger muito bem nesse caso e resolver esse princípio.

 5º Princípio – Use Crédito de forma Consciente

Não gaste antes de receber, o crédito é um produto financeiro, tem custos (juros). Identifique o que realmente tem valor para você, não ceder as pressões da sociedade (consumismo, propaganda, promoções).

Segundo pesquisa realizada em 2016 pelo Serviço de Crédito ao Consumidor ( SPC Brasil), apenas  41% dos brasileiros conseguem fechar o ano com dinheiro sobrando. O alto nível de consumismo observado entres as crianças e jovens e o modismo da ostentação alertam sobre os fatores que estãocontribuindo para aumentar esse índice.

São esses pequenos descontroles por impulsos, que nos impede de realizar os nossos grandes sonhos.

“Aprenda a ser feliz com o que você tem”

6º Princípio – Faça um Plano de Ação e Siga-o a Risca

Antes de tudo é necessário deixar de lado os gastos desnecessários e aprender a aperfeiçoar o seu consumo. É importante reconhecer a diferença entre “precisar de algo” e “querer algo”, já que este fator é imprescindível no ato de poupar o seu dinheiro.

Elabore um plano de ações para que os gastos fiquem adequados ao que se deseja.

7º Princípio – Investimento e Patrimônio

Planejar investimentos para multiplicar seus recursos, ou seja, estabelecer objetivos e metas, ter objetivos para ter noção de quanto vai precisar guardar, investir.

Fazer investimentos para realizar o seu sonho, a casa própria, aquela viagem à Paris, a sua faculdade, o carro e, principalmente a sua empresa – o negócio dos seus sonhos!

boneco-deitado-no-dinheiro

Abrir uma conta em um banco, aquele mecanismo de débito automático é fantástico! E isso pode te abrir caminhos para outras linhas de créditos também, para continuar à realizar os seus sonhos.

Cuidar bem e por em prática os 7 Princípios das Finanças Pessoais, pode fazer toda diferença ao longo do tempo, nos permitindo assim alcançar a independência financeira através de um orçamento controlado e um patrimônio sólido.

Gostou das dicas? Deixe nos comentários suas dúvidas e sugestões!

Alinne Godinho Contabilidade e Finanças

assina-alinne

 

Comments

comments