Indra Nooyi, primeira mulher à frente da Pepsi, afasta-se do cargo de CEO

115
Getty Images for Fortune

A CEO, primeira mulher e primeira não-americana a liderar a PepsiCo, abandona o cargo ao fim de 12 anos. Sucessor será o espanhol Ramón Laguarta.

A CEO da PepsiCo, Indra Nooyi, vai abandonar o cargo de responsável máxima da empresa, depois de 12 anos à frente dos destinos da multinacional mais conhecida pelos seus refrigerantes. A informação foi dada a conhecer num comunicado divulgado esta segunda-feira. O sucessor já está escolhido: será o espanhol Ramón Laguarta, que ocupa atualmente o cargo de presidente da empresa e número dois de Nooyi.

Nooyi, que se manterá no posto até 3 de outubro, foi a primeira mulher a ocupar o cargo de CEO na Pepsi. Com ela, a empresa conseguiu aumentar as suas vendas em 80%, segundo explica a CNN, apesar de uma tendência de queda no consumo de refrigerantes. O truque, explica a Bloomberg, passou também por uma diversificação dos produtos, tendo a PepsiCo passado a produzir produtos mais saudáveis nos últimos anos para concorrer também no mercado de produtos biológicos.

Para além de primeira mulher a liderar a empresa, Nooyi foi também a primeira CEO estrangeira a liderar a multinacional norte-americana. Nascida na Índia em 1955, Indra só chegou aos Estados Unidos em 1978, quando entrou na Universidade de Yale. Entraria na Pepsi em 1994, depois de ter passado por empresas como a Johnson&Johnson e a Motorola. “Embora eu seja uma filha da Índia, sou uma mulher de negócios norte-americana”, disse uma vez, como relembra o jornal Guardian. Agora na despedida, Nooyi, que costuma usar o tradicional sari indiano, optou por falar nas suas origens: “Ao crescer na Índia nunca imaginei que teria a oportunidade de liderar uma empresa tão extraordinária”, pode ler-se no comunicado divulgado pela empresa.

Nooyi chegou ao cargo de CEO da Pepsi em 2006 numa altura em que poucas mulheres lideravam empresas nos Estados Unidos. Atualmente, de acordo com a Bloomberg, há apenas 24 mulheres à frente de empresas norte-americanas na lista Fortune 500, que reúne as 500 maiores empresas do país reunidas pela revista económica.

“Vivi tempos maravilhosos enquanto CEO, mas a certa altura uma pessoa senta-se e diz, ‘vejam, fazer uma transição ordeira é uma coisa responsável’”, declarou a empresária à Bloomberg.

Para se ser CEO são precisas pernas fortes e sinto que já fiz duas voltas de uma corrida de estafetas e quero agora alguém com pernas fortes e olhar aguçado para vir liderar esta empresa.”

Essa pessoa será Ramón Laguarta, o atual presidente da empresa, que Nooyi definiu como “a pessoa certa para desenvolver o nosso sucesso”. Laguarta, nascido em Barcelona, começou a sua carreira na Chupa Chups e está na Pepsi desde 1996, onde ocupou variados cargos como diretor-geral da PepsiCo Ibérica e responsável pelas operações da empresa na Europa. Ocupa, desde o ano passado, o cargo de diretor-geral da empresa, o que significa que até aqui funcionava como número dois de Nooyi.

 Fonte: O Observador

Comments

comments