GM nomeia primeira mulher como diretora financeira

123

A GM nomeou a indiana Dhivya Suryadevara, de 39 anos, para o cargo de diretora financeira (CFO – Chief Executive Officer). Ela substituirá Chuck Stevens, que trabalha na companhia há mais de 40 anos–ele já trabalhava lá quando Suryadevara nasceu. Dhivya será a primeira mulher a ocupar esta posição na indústria automobilística. Com isso, a GM será uma entre apenas duas companhias listadas nas 500 maiores da Fortune a ter duas mulheres no alto comando. A montadora americana tem como CEO Mary Barra, que assumiu o cargo em 2014. A outra companhia é a Hershey’s, liderada por Michele Buck e com Patricia Little como CFO. De acordo com a revista Fortune, apenas 12,5% dos CFOs das 500 maiores empresas são mulheres. Há 10 anos esse percentual era de 6,8%.

“A experiência e a liderança em várias funções-chave em nossas operações financeiras deixam Suryadevara em boa posição para que ela continue a construir os resultados de negócios que temos entregado nos últimos anos”, diz a CEO Mary Barra, em comunicado. Suryadevara afirmou em entrevista à publicação Real Simple que nunca imaginou que terminaria na indústria automotiva, mas que sempre apreciou tudo que seja “desafiador e complicado”.

A nova CFO da GM nasceu na cidade de Chennai, na Índia, e fez sua graduação e pós em Administração na Universidade de Madras, antes de se mudar para os Estados Unidos e cursar MBA em Harvard. Dhivya iniciou sua carreira na PwC antes de ir para o UBS. Ingressou na GM aos 25 anos como analista financeira sênior e está na montadora desde então. Ela se tornou uma das mais jovens diretoras de gestão de recursos da GM, onde administrava US$ 85 bilhões em ativos para a empresa. Em 2015, ela foi apontada entre as 40 executivas de destaque com menos de 40 anos pela revista Fortune.

Fonte: Época Negócios

Comments

comments