Todo artesão é também um empreendedor…

641

Todo artesão é também um empreendedor, pois possui em suas mãos a capacidade de criar e inovar matéria-prima natural contribuindo assim com a economia do Brasil.

artesaos

Hora de fazermos uma pequena viagem na história do artesanato, desde primórdios aos dias atuais. É isso mesmo, primórdios, mais especificamente no período neolítico, vamos começar?

A história do artesanato vem desde o nascimento da humanidade, onde o homem era obrigado a fabricar suas próprias armas para sobreviver, expressando assim sua capacidade criativa e produtiva como forma de trabalho.

images

Mais como surgiu o artesão?

O Artesão surgiu no período neolítico (6.000 a.c) quando o homem aprendeu a polir a pedra, fabricar cerâmica e a tecer fibras de animais e vegetais, e com isso surge o artesanato, que é a arte de criar produtos utilizando suas próprias mãos, usando a matéria-prima natural ou decorrente de produtosrecicláveis/reutilizáveis como base para a transformação e nascimento de um novo produto. No Brasil, o artesanato também surgiu neste período, através dos índios que usavam pigmentos naturais para pintar o corpo, sem esquecer seu próprio vestuário, onde usavam penas e plumas de animais.

9dd95e392926af307faffa61386feefe

E hoje, como podemos descrever o artesanato e qual a sua importância para nossa vida?

 

Historicamente, o artesão responde por todo processo de transformação da matéria-prima em produto acabado. Mas antes da fase de transformação o artesão é responsável pela seleção da matéria-prima a ser utilizada e pela concepção, ou projeto do produto a ser executado.

Hoje o artesanato voltou a ter prestigio e importância, e pode ser encontrado em todas as camadas sociais e níveis culturais. Além da sua importância histórica, o artesanato abrange outros valores, os quais os tornam reconhecidos universalmente.

No Brasil, o artesanato se concentra mais em regiões do Nordeste, principalmente no sertão da Bahia, Ceará e Pernambuco. No nosso Piauí, tornou-se uma grande alternativa de renda, uma vez que a economia formal não oferece muitas chances ao mercado de trabalho, mais precisamente em Pedro II, com um expressivo centro de produção de tecelagem manual.

foto2 loja-da-rede-asta-em-laranj

O artesanato como empreendedorismo, surgiu com a ação de pessoas criativas que buscaram através das ferramentas disponíveis em seu meio social e natural, a forma de se viver melhor – economicamente. Uma visão nova de como utilizar coisas que já existiam na confecção de produtos que lhes seriam úteis no seu dia a dia.

A criatividade é uma das características principais do artesão e o que os tornam pessoas empreendedoras.

E o que vem a ser uma pessoa empreendedora?

São pessoas que sabem identificar oportunidades, que quebram paradigmas e geram riquezas para a sociedade, a chamada nova economia. Utilizam os recursos disponíveis de forma criativa transformando o ambiente social e econômico onde vivem.

Por isso todo artesão é também um empreendedor, pois possui em suas mãos a capacidade de criar e inovar matéria-prima natural, contribuindo assim, com a economia do Brasil.

Vai aqui uma dica de empreendedora: Fique atenta às mudanças que ocorrem no dia-dia, pois sabemos que neste mundo globalizado, a competitividade e mudanças são constantes e temos que ficar antenados para não cair no sedentarismo criativo, assim como ocorreu com os nômades – rsrsrs!!!

Nascimento de Alayne Artes e Criações

alayne-artes-rosa

Já sabemos que o mundo vive em constantes transformações e que vivemos em uma era de globalização, onde a palavra do momento é empreendedorismo, e eu, assim como muitas pessoas pensei: – Porque eu também não poderia investir em um ramo que me trouxesse ganhos financeiros, mas ao mesmo tempo me desse à alegria e liberdade de trabalhar no que eu amo, no que me motiva e me deixa realizada como pessoa?

Bem se sabe que o artesanato tem dessas coisas, quem o faz, faz por que o sentimento que corre em suas veias é como amor de filho, além de uma terapia, é algo transformador, traz paz de espírito.

06816_xl lapis-homem-aranha-cdr prof-alayne-cdr

Meu artesanato é feito em maior parte deE.V.A, um material emborrachado de vários tipos e cores e, também, de bolinhas de isopores, de custos baixo que podem ser encontrados em papelarias.

Minha especialidade são: lembrancinhas para aniversários, casamentos e formaturas. Pois analisando o mercado pude ver a crescente necessidade que as pessoas possuem em realizar os seus sonhos e o de seus filhos, e isso me levou a pesquisar os mais variados temas infantis que surgiu advindo na midiatização. Hoje as crianças, assim como os adultos, também possuem acesso às tecnologias, atiçando cada vez mais sua imaginação, nos diversos temas propostos pela internet, além da TV – aberta e fechada, e é através destas que podemos criar e recriar nossa criatividade.

Também gosto de trabalhar com materiais recicláveis, como por exemplo, caixas de leite, garras PET, papelões, palitos de picolés etc, pois pensando no bem estar da população e na poluição que estes materiais recicláveis ocasionam ao meio ambiente, comecei a estudar formas de usar estes materiais como matérias-primas para meu negócio, trazendo com isso a redução de resíduos nos aterros sanitários, preservação dos recursos naturais, melhoria da qualidade ambiental, e além de tudo uma renda extra.

Ressaltando que, além da conscientização ambiental, o empreendedor tem que saber que não basta montar e investir no seu próprio negócio, tem que conhecer seus clientes, seus fornecedores – stakeholders, e estar em constantes mudanças, inovando, buscando novas tecnologias e acima de tudo se reinventando a cada dia.

No próximo texto falarei um pouco mais sobre o empreendedorismo e como você faz pra montar seu próprio negócio, mesmo que este seja de produtos manufaturado. Fiquem atentos!!

“O empreendedorismo é uma revolução silenciosa, que será para o século XXI mais do que a Revolução Industrial foi para o século XX.” – JEFFRY TIMMONS, 1990.

 Autora:
alayne-cris
      Alayne Cristina
      Administradora e Artesã

Comments

comments